terça-feira, 3 de setembro de 2013

Carinho


Carinho afoga suas magoas
Carinho acalma sua alma
Carinho fala por dois
Carinho não se sente depois

Carinho também nas palavras
Carinho esconde sua fala
Carinho lhe arrepia a pele
Carinho lhe protege do que te fere

Com Carinho se demonstra um sentimento
que se forma e só aumenta na parte de dentro
Sinto seu carinho ao me abraçar
e quando vou embora quero logo voltar

Um carinho deve ser o remédio pro passado
é sinal que alguém está ao seu lado
O carinho bate no coração,
bombeia o sangue pelas veias e o suspiro do pulmão.

Carinho pra chegar ao orgasmo
Carinho nunca vai ser pleonasmo
Carinho não se ganha com presentes
Carinho com alguém que é confidente

Pedir carinho não é carência
É o abraço seguro que faz curar suas doenças
Fazer carinho não é consolar
É olhar diferente pra quem você quer amar.

Sentir um carinho é confortante
É atravessar a porta e esquecer do mundo por um instante
Egoísmo é negar carinho
Principalmente a alguém que nunca lhe deixou sozinho

Um rocambole, um vinho, um beijo
rindo até chorar desfiando queijo
seu sono, seu olhar, sua preocupação
sinto seu carinho até em sua ligação

Nenhum comentário:

Postar um comentário